Executivo e UniFAI assinam acordo para execução do Programa de Eficiência Energética

????????????????????????????????????

O prefeito Márcio Cardim (DEM) e o reitor da UniFAI, prof. Dr. Paulo Sérgio da Silva, assinaram o Acordo do Programa de Eficiência Energética (PEE). Essa parceria é celebrada entre a Prefeitura e a UniFAI com a empresa Energisa Sul-Sudeste Distribuidora de Energia S.A.

Para execução do projeto, serão investidos no município mais de R$600 mil reais destinados a aquisição de um 01 caminhão e 01 revolvedor que serão doados a Prefeitura, além de investimentos técnicos e administrativos.

Todos esses equipamentos serão empregados na recolha de galhos e realização de coleta seletiva em escolas e/ou estabelecimentos. As podas serão doadas para a população baixa renda de Adamantina, melhorando o aspecto das ruas, diminuindo o impacto da vegetação na rede e, consequentemente, melhorando a qualidade do fornecimento de energia para a região.

O adubo orgânico gerado será doado para o projeto “Agricultura Familiar”, ocasionando benefícios econômicos para as famílias do programa e melhoria do solo e culturas cultivadas.

O projeto propõe criação de alternativa sustentável para destinação do resíduo orgânico das escolas e dos resíduos de poda urbana de árvores, colaborando com a redução do volume de resíduo nos aterros da cidade.

A UniFAI desenvolverá ciência e tecnologia inovadora em produção sustentável de fertilizantes orgânicos e organominerais, trabalhos de pesquisa e desenvolvimento científico, através da Pró-Reitoria de Extensão e estudantes de agronomia e agronegócio a difusão tecnológica para os produtores rurais, da agricultura familiar, sem qualquer ônus, encargo ou obrigatoriedade financeira por parte da Energisa.

Com o desenvolvimento do PEE, a Energisa deseja reduzir os custos destinados à poda na cidade de Adamantina e redução de indicadores de qualidade do fornecimento de energia elétrica, assim como uma melhora da imagem da empresa perante o consumidor.

A população de Adamantina será beneficiada, pois a destinação correta do resíduo orgânico das escolas e do resíduo da poda urbana de árvores será feito da forma correta.

Essa ação gera diminuição da poluição, diminuição de doenças e infecções transmitidas devido ao acúmulo de lixos, também promove mudança cultural e conscientização sobre os benefícios da coleta seletiva e compostagem. 

“Queremos alinhar a agricultura sustentável, com balanço energético positivo e a diminuição do lixo urbano que é produzido na cidade. A compostagem tem como função eliminar parte do problema dos resíduos sólidos urbanos, pois dá destino útil aos resíduos orgânicos, evitando sua acumulação em aterros ou lixões”, explica o secretário de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, Emerson Baptiston.

O Prof. Dr. Vagner Amado Belo de Oliveira, pró-reitor de Extensão da UniFAI, afirma que o projeto piloto é inovador, pois objetiva a utilização de resíduos da poda de árvores urbana que comprometem as linhas de transmissão elétrica da Energisa e resíduos orgânicos oriundos de escolas públicas.

“Desta forma, todos os órgãos envolvidos serão beneficiados, mas, principalmente a comunidade urbana e rural, além dos estudantes de Agronomia, Agronegócios, Engenharia Ambiental e Sanitária, além dos cursos de Gestão, como o de Administração e Economia. Portanto, um projeto multidisciplinar, que possibilitará o fortalecimento institucional da pesquisa, ensino e extensão”, afirma.

 

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ADAMANTINA

Jornalista Natacha Dominato

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/53518763_417515042387526_7691310838199615488_n.jpg?_nc_cat=107&_nc_eui2=AeEBc9m6xn7v1TPuqj7wcoyfEoG8m5KzTMyP81ZcHbMOzzPHKF_5e7DlwNZqoBmrMuACDEVaVnJG9wCXF49uAyDD78xZPO6O-VR-ovxvkXMvOw&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=97035f508e1a06bc0cdc49f6872223d1&oe=5D0440BD
 

 

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional
MAIS NOTICIAS
Carregue mais