UniFAI e Santa Casa de Adamantina assinam convênio para ampliação da UTI

A manhã desta segunda-feira, 18, foi marcada pela assinatura de convênio entre a Santa Casa de Misericórdia de Adamantina e o Centro Universitário de Adamantina (UniFAI), para ampliação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Autoridades dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário estiveram presentes, bem como representantes da UniFAI e da Santa Casa.

Atualmente, o hospital conta com quatro leitos de UTI, que serão ampliados para dez, de acordo com projeto aprovado em 2018. Para esta reforma de adequação e ampliação serão repassados pela UniFAI à Santa Casa o valor de R$ 804.143,37.

A ampliação dos leitos é fundamental para o reconhecimento do curso de Medicina, que permitirá abrigar um número maior de pacientes, beneficiando não só os munícipes de Adamantina mas de toda a região da Nova Alta Paulista.

Durante a cerimônia, que ocorreu na entrada da UTI, o prefeito Márcio Cardim (DEM) falou sobre a felicidade de ver este sonho se concretizando. “Fico feliz por ver um sonho que teve início há oito anos, em 2012, quando iniciamos as discussões e projetos para o curso de Medicina junto com a Prof.ª Dra. Marisa Cardim e demais docentes da UnIFAI, se concretizando, ver esta semente brotando, trazendo benefícios para nossa cidade”, enfatizou.

O reitor da UniFAI, Prof. Dr. Paulo Sergio da Silva agradeceu a todos os envolvidos neste projeto, e disse que “sem a união dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, não seria possível a assinatura deste convênio. A comunidade ganha, a UniFAI ganha, a Santa Casa ganha e o ensino ganha! Estamos plantando a semente para que a Santa Casa de Adamantina seja referência. Afinal, a UniFAI e a Santa Casa precisam ser uma coisa só! Fico feliz por este início e quero continuar lutando pelo curso de Medicina e demais cursos da UniFAI”, destacou.

Finalizando, o frei Mateus Alves também falou em nome da gestão da Santa Casa de Adamantina. “Este projeto nasce para ser para o outro, o auxílio necessário, a mão que acolhe, o carinho que lhe falta e para isso temos o melhor remédio: o amor”, finalizou.

 

Por Jesana Lima

 

 

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional