Novo prédio para a Câmara é uma das prioridades de novo presidente

Plenário apertado, parte administrativa sem espaço para novas salas e improvisada no 1º andar do Paço Municipal, vinculado à Prefeitura. Esta é a situação das instalações da Câmara de Adamantina há décadas. Outros presidentes já tentaram mudar, porém, sem sucesso. Agora, o novo líder do Legislativo, Eder Ruete, apontou a procura por um novo prédio como prioridade do seu mandato à frente da Casa de Leis, no biênio 2019/2020.

“Entendo que a Câmara de Adamantina merece um espaço condizente com a importância que este Poder tem na representatividade da população e também nas conquistas que contribuem significativamente para o desenvolvimento da cidade. Por isso pretendo buscar meios de viabilizar uma nova sede ao longo destes dois próximos anos”, confirmou Ruete.

A presidência que tentou levar a Câmara para um prédio mais moderno foi no mandato de Dinha Santos Gil, no biênio 2015/ 2016, quando inclusive chegou a apresentar duas opções de imóvel para locação, porém, as tratativas não avançaram. Antes, no entanto, o ex-vereador João Carlos Contiero quando foi presidente comprou terreno na Avenida Rio Branco para construir o prédio próprio do Legislativo, mas o projeto não saiu do papel e a área foi vendida.

Agora, Ruete garante que a meta será buscada. “Não é questão de beleza ou gasto supérfluo, na verdade, precisamos ter um plenário que dê conforto principalmente aos cidadãos que vêm assistir as sessões, assim como espaços adequados para que os nossos funcionários e vereadores desempenhem seus trabalhos com comodidade”, acrescentou.

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional