Executivo encaminha projeto de lei que dispõe sobre autorização para celebração de parceria entre Prefeitura e UniFAi com a empresa Energisa Sul-Sudeste

DCIM100MEDIADJI_0122.JPG

O Executivo encaminhou para o Legislativo projeto de lei que dispõe sobre autorização para celebração de parceria entre Prefeitura e UniFAI com a empresa Energisa Sul-Sudeste Distribuidora de Energia S.A. para o Programa de Eficiência Energética.

O objetivo do Programa de Eficiência Energética (PEE), da ANEEL, é promover o uso eficiente e racional de energia elétrica em todos os setores da economia, por meio de projetos que demonstrem a importância e a viabilidade econômica de ações de combate ao desperdício e de melhoria da eficiência energética de equipamentos, processos e usos finais de energia.

Serão investidos mais de R$ 600 mil na execução do projeto com a aquisição de 01 trator, 01 caminhão e 01 revolvedor que serão doados a prefeitura, além de investimentos técnicos e administrativos.

O PEE busca ainda estimular o desenvolvimento de novas tecnologias e criar hábitos e práticas racionais de uso da energia elétrica.

A proposta de Projeto Piloto apresentada pelo poder executivo em parceria com a UniFAI  a empresa Energisa Sul-Sudeste visa o aproveitamento dos resíduos de poda de árvores e resíduos orgânicos das cozinhas das escolas públicas de Adamantina, transformando-os em fertilizantes para serem doados à população por meio do programa Agricultura Familiar.

“Queremos alinhar a agricultura sustentável, com balanço energético positivo e a diminuição do lixo urbano que é produzido na cidade. A compostagem tem como função eliminar parte do problema dos resíduos sólidos urbanos, pois dá destino útil aos resíduos orgânicos, evitando sua acumulação em aterros ou lixões”, explica o secretário de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, Emerson Baptiston.

O Prof. Dr. Vagner Amado Belo de Oliveira, pró-reitor de Extensão da UniFAI, afirma que o projeto piloto é inovador, pois objetiva a utilização de resíduos da poda de árvores urbana que comprometem as linhas de transmissão elétrica da Energisa e resíduos orgânicos oriundos de escolas públicas.

“Desta forma, todos os órgãos envolvidos serão beneficiados, mas, principalmente a comunidade urbana e rural, além dos estudantes de Agronomia, Agronegócios, Engenharia Ambiental e Sanitária, além dos cursos de Gestão, como o de Administração e Economia. Portanto, um projeto multidisciplinar, que possibilitará o fortalecimento institucional da pesquisa, ensino e extensão”, afirma.

Aprovado, o projeto também beneficiará programas sociais da Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Social, por meio da execução de podas gratuitas.

“O município foi escolhido pela empresa para a execução, sendo pioneira na área de eficiência energética e está sendo utilizada como referencia para outros municípios”, finaliza o secretário. 

 

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ADAMANTINA

Jornalista Natacha Dominato

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional
MAIS NOTICIAS
Carregue mais